PERÍODO 1938 – 1942

Período 1938 – 1942

Em 21 de maio de 1938 é nomeado Prefeito de Barra Bonita o Senhor Luiz Scaglione. O novo governante continua o serviço iniciado pelos antecessores, melhorando de forma sensível o visual da cidade com o calçamento das ruas com paralelepípedos. Complementando, Luiz Scaglione faz arborizar as vias públicas, até então desprovidas desse benefício. Árvores conhecidas popularmente por “alecrim” passam a figurar na nova imagem da cidade e ainda hoje muitos exemplares existem, testemunhas de uma atitude pioneira. Por muito tempo Barra Bonita foi conhecida como “cidade dos alecrins”.
No ano de 1939, o mundo vem a ser abalado com o início da Segunda Guerra Mundial. A invasão da Polônia pela Alemanha faz eclodir um movimento armado com a participação de muitas nações, inclusive o Brasil. A Influência de tal fato se faz sentir em todos os rincões. E Barra Bonita sofre, como todo o país, as conseqüências desses tempos, enfrentando racionamento de gêneros alimentícios e combustíveis, dentro da chamada “economia de guerra”, não tendo chances de maior progresso.
Contribuindo com o clima de incertezas, advém grande estiagem e conseqüência falta d’água, obrigando o Prefeito a tomar medidas drásticas. As águas do Rio Tietê são bombeadas para a rede domiciliar, com a ressalva de serem utilizadas somente para fins higiênicos. A água potável era conseguida nas minas e nascentes.
O Prefeito Luiz Scaglione desapropria, dos herdeiros de Ludovico Victório, uma grande área de terras, no centro da cidade, para a construção de um Grupo Escolar. No lugar foram construídos: o “Grupo Escolar Dr. Fernando Costa” (1942), o “Palacete Hermínio de Lima” (1959) – atual denominação do prédio da Prefeitura Municipal – e a Praça que representa o marco zero da cidade, a “Praça Nhonhô de Salles” que homenageia um de seus fundadores, o Coronel José de Salles Leme.
Em 23 de abril de 1942, Luiz Scaglione encerra sua administração.

Prefeito Luiz Scaglione de 21/05/1938 a 23/04/1942

Publicidade:

Linguagem »