Agosto – Mês dedicado ao incentivo e à prática do aleitamento materno

 em Saúde

O aleitamento materno é de extrema importância para a mãe e para o bebê. Os benefícios são comprovados cientificamente, e entre eles podemos citar a proteção imunológica, o valor nutricional, o desenvolvimento e fortalecimento da cavidade oral do bebê e o menor risco de contato com agentes contaminantes, favorecendo a redução da mortalidade infantil por doenças, como por exemplo a diarreia. Além disso, a amamentação tem benefícios especiais para a mãe, pois ajudando na redução de sangramento no pós-parto, pela aceleração da involução uterina e pode reduzir a probabilidade de algumas doenças, como o câncer de mana e o câncer de ovário, além do diabetes.
O ato de amamentar promove o vínculo afetivo, pela oportunidade da maior interação com o bebê; pelo contato pele-a-pele; o cheiro da mãe; o som do coração materno; que são alguns fatores que resulta no desenvolvimento afetivo-emocional da mãe e do bebê.
Além disso, o leite materno não tem custos financeiros para a família, pois é produzido naturalmente pela mãe e entregue diretamente ao bebê, não tendo a necessidade de gastos da renda familiar com produtos substitutos do leite materno, mamadeiras e outros. Sendo assim, o ato de amamentar promove a sustentabilidade ambiental, pois não causa poluição do ambiente por embalagens, plástico e outros materiais necessários para o aleitamento artificial.
Pensando nisso, teremos uma palestra especial sobre o aleitamento materno e seus benefícios, ministrada pela enfermeira Roberta M. Arik, na data do Grupo de Gestantes, que será no dia 01 de Agosto de 2018, às 14:00h, na Escola Alzira Kruger Ghuter (Antigo Sesi). Neste dia especial será demonstrado o conteúdo específico sobre os benefícios do aleitamento materno para a mãe e o bebê, família e comunidade, além das técnicas de amamentação, como a pega correta, contato pele-a-pele e outras orientações para a melhor prática ao aleitamento materno.
Toda a comunidade está convidada para saber mais sobre essa prática tão importante e conhecer sobre o Agosto Dourado, pois Dourado é referência ao alimento considerado padrão Ouro para os bebês e para a promoção da saúde infantil, no caso, o leite materno.
Outras informações: 36414330 – enfermeira Roberta.
OBS: Texto escrito pela própria enfermeira com base na publicação “Bases para a discussão da Política Nacional de Promoção, Proteção e Apoio ao Aleitamento Materno” do Ministério da Saúde em 2017.

 

Fonte: Imprensa Barra Bonita

Postagens Recomendadas
Linguagem »